30/11/2014

DESVERSOS

3.

Sobre este caso não há a mínima  dúvida
a imprensa como sempre é que empolou
sua excelência agiu correctamente
o piso é de outrem embora seu familiar
ninguém está livre de uma coincidência
quem chama a atenção das redacções?

                                                     Lisboa
                                                                  12-VII-95

Fernando Assis Pacheco

RESPIRAÇÃO ASSISTIDA, Assírio & Alvim, Lisboa, Novembro 2003

13/11/2014

Manoel de Barros (1916-2014)

O CASACO


Um homem estava anoitecido.
Se sentia por dentro um trapo social.
Igual se, por fora, usasse um casaco rasgado 
e sujo.
Tentou sair da angústia
Isto ser:
Ele queria jogar o casaco rasgado e sujo no 
lixo.
Ele queria amanhecer.

Manoel de Barros

POEMAS RUPESTRES, Editora Record, Rio de Janeiro . São Paulo, 2004