21.7.13

de nada - quinze

se continuarem
estes gestos bárbaros
este pão vazio
este labirinto
sem Apolo e Orfeu
nem Prometeu
nem ao menos
Dédalo e o Minotauro
só este labirinto vazio

se não houver outro remédio
a solução é capaz de ser
a granada
uma pedra bem bonita
e dizem
os livros antigos
que se trocam pedras destas
antes da despedida

ou na falta dela
o tijolo de César

ele continua aí

Alberto Pimenta

de nada, Edição Boca - palavras que alimentam, Lda., Novembro de 2012

13.7.13

A má reputação



com a devida vénia, "La mauvaise reputation", colhida aqui.