30.7.15

Silogismos da amizade

Um amigo, sendo amigo,
não te trai nem ferra a mão:
abrigo no desabrigo,
certamente está contigo
mesmo quando te diz não.

O que se finge de amigo,
não vale a pena, é mau:
esconde no seu umbigo
a ameaça do perigo,
o veneno de lacrau.

Domingos da Mota

Clube Literário do Porto, 27.09.2009

23.7.15

Diatribe

Será segunda figura
(ou figura de segunda)
a que perde a compostura
na diatribe iracunda,
se desbocada, sem tento
na língua diz disparates
e o faz com espavento
e amplifica os dislates
quando cita, sem rigor,
Simone de Beauvoir
e compara o clamor
dos que ousam protestar,
com os carrascos nazis -
esse libelo infeliz?

Domingos da Mota

[inédito]