15/11/2011

Quem Bate a uma Porta de Folhas na Noite





com a devida vénia, um poema de António Ramos Rosa, dito por Mário Viegas.

Sem comentários:

Enviar um comentário