14.8.16

Pleonasmo

O pobre diabo
dá-se muita
desimportância.

Domingos da Mota

[inédito]

Sem comentários:

Enviar um comentário