12.6.16

Provérbio

Mandaste porque  querias
ou não querias que fosse
feito aquilo que pedias
que se fizesse? O mando,
por evidente que seja,
pode acabar em desmando
sem que o mandante preveja
as suas consequências,
se quem vai fazer a coisa
não percebe as exigências
ou não acata e até ousa
rebelar-se, dizer não,
negar-se a fazer o acto,
incitar à sedição,
tumultuar, ipso facto.

Domingos da Mota

[inédito]

Sem comentários:

Enviar um comentário