13.5.11

"Onde sinto meu sangue é na poesia" - JN

"Onde sinto meu sangue é na poesia" - JN:

com a devida vénia, e os meus parabéns para Manuel António Pina, um dos maiores poetas vivos da nossa língua.

Sem comentários:

Enviar um comentário