27.4.09

ESCREVER

Evito escrever verdades
                      veleidades
                        aleivosias


(abismado em águas descobertas
 receio o eco inebriado: letra
                       estrangulada)


reviro mentiras
ao lado desproporcionado
em cantos: calo o verbo.


    Levanto bandeiras
    em punhais enviesados.


Verdades: a indiferença
anotada no canto da folha
jogada ao chão de outonos.


Pedro Du Bois


(poema inédito)

Sem comentários:

Enviar um comentário